Quer descobrir os principais erros cometidos na personalização de um produto com plástico injetado? Leia até o final e descubra.

Antes de tudo, para que um produto chegue até o cliente em perfeitas condições, olhamos para quatro aspectos: o maquinário, o molde, a matéria prima utilizada e a mão de obra. Todos estes fatores precisam estar alinhados para que falhas não aconteçam no produto com plástico injetado.

Abaixo listamos os sete erros mais cometidos, porém, que devem ser evitados na produção de um produto com plástico injetável.

Bolhas de ar:

Geralmente acontece quando existe o aprisionamento do ar em uma parte da peça que deveria ser sólida. Como resultado, é uma falha visível e que pode deixar a peça frágil.

Manchas escuras:

Pode estar relacionado a erros na temperatura de processamento do material. Bem como por contaminação de outras resinas deixadas no equipamento utilizado.

Não homogeneidade da cor:

Acontece quando usado resinas incompatíveis, fluidez do material muito baixa, ou ainda problemas com a mistura e porcentagem de pigmento e polímero base. Ou seja, o resultado será peças com cores diferentes do esperado.

Rebarbas:

As famosas sobras do material. Esta também é uma falha bem visível. Por isso, é importante verificar se o fechamento do molde está correto e como está a pressão da injeção.

Mal preenchimento das cavidades:

As injeções incompletas tendem a acontecer quando o molde não é preenchido totalmente pelo material difundido. Portanto, é importante averiguar se os canais de injeção da peça estão em locais corretos, em números apropriados e bem distribuídos.

Deformidade:

A deformação é o produto “torto”. Logo, a principal causa disso é a forma de refrigeração do molde.

Fragilidade do injetado:

Peças frágeis podem estar ligadas às tensões residuais acumuladas no produto moldado, linhas de emendas e muitos esforços na peça final. Ou também, o armazenamento inadequado da matéria-prima.

Já conhecia estes sete erros?

É sempre válido conferir como está a produção de uma indústria de plásticos injetáveis. Afinal, a qualidade do produto precisa ser pensada do início ao fim.

Nós, da empresa Plásticos Pasquali, nos colocamos à disposição para tirar quaisquer dúvidas!

Gabriela

Author Gabriela

More posts by Gabriela

Leave a Reply

Fale com Pasquali